Fonte Limpa | A FORÇA DO MEL E DA CANELA JUNTOS: FACTO OU FICÇÃO?
15579
post-template-default,single,single-post,postid-15579,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,columns-4,qode-theme-ver-17.0,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

A FORÇA DO MEL E DA CANELA JUNTOS: FACTO OU FICÇÃO?

Mel

A FORÇA DO MEL E DA CANELA JUNTOS: FACTO OU FICÇÃO?

Uma breve pesquisa sobre a junção de mel e canela rapidamente resulta numa enchente de páginas que promovem os seus benefícios alegadamente milagrosos. Há teorias de que cura doenças e que ajuda a perder peso. De facto, existem algumas evidências de que estes dois ingredientes naturais têm alguns usos medicinais. Mas será que esta junção é mesmo milagrosa?

Comecemos por distinguir os dois elementos da dupla: o mel é um produto doce produzido por abelhas e muito utilizado na culinária, mas tambén há quem o utilize como medicamento. Por sua vez, a canela é uma especiaria da casca da Cinnamomum. Depois de colhida, a sua casca é seca e enrolada para formar os famosos paus de canela. Pode ser comprada em pau, moída em pó ou como um extrato. Ambos os ingredientes têm vários benefícios para a saúde em termos individuais. No entanto, algumas pessoas assumem que a sua mistura é ainda mais benéfica.

Passemos então a conhecer os benefícios desta dupla de modo individual. Segundo a nutricionista Becky Bell, num artigo escrito para o ‘Authority Nutrition’, site especializado em nutrição, a canela pode reduzir a inflamação, auxiliar no tratamento de doenças neurodegenerativas (são necessários testes humanos para comprovar) e até prevenir o crescimento e a reprodução de células cancerígenas. Outros estudos sugerem que a canela pode ser um tratamento natural para o transtorno da hiperatividade com déficit de atenção, síndrome do intestino irritável, síndrome pré-menstrual, síndrome do ovário policístico e intoxicação alimentar. No entanto, não há provas suficientes para apoiar estas alegações.

Por sua vez, o mel além de ser uma alternativa mais saudável ao açúcar refinado, tem vários usos medicinais. É um bom supressor da tosse e trata feridas e queimaduras. Alguns estudos sugerem que é um bom auxiliar do sono, um reforço de memória, um afrodisíaco natural e um tratamento para infeções fúngicas. No entanto, estas alegações não são apoiados pela ciência.

O certo é que o mel e a canela são tidos como muito potentes individualmente e que, quando combinados, consta que os seus efeitos são ainda mais fortes. «É conhecido que existem várias semelhanças entre os benefícios do mel e da canela para a saúde. Ambos são benéficos na redução do risco de doenças cardíacas», expressa Becky Bell.

No Comments

Post A Comment